MATÉRIAS RELACIONADAS




Empreender: um propósito inspirador

Foto: Reprodução Internet

Foto: Reprodução Internet

PUBLICADO EM 12/09/2019

Olá, hoje começamos um novo momento na Fred Magazine, em 2019 completamos 7 anos de revista impressa e queremos presentear nossos leitores com uma nova cara, isso mesmo, seguindo uma tendência mundial, estamos com um novo visual e queremos que você faça parte dele. No decorrer das próximas edições todos poderão acompanhar essas mudanças, estamos mais presentes no digital, vamos ter novas sessões e também iremos ter um editorial compartilhado. Eu, Luara Krasnievicz Dominski, proprietária da Fred Magazine, irei compartilhar com nossa jornalista Vanessa Harlos essa página, onde iremos contar um pouco de nossas vivências e histórias. Convido vocês a seguir e acompanhar tudo de perto. Bora lá?!

Empreender: um propósito inspirador

Uma maneira de olhar o mundo de forma otimista e criativa, encontrando e vendo novos negócios a cada situação que acontece na sua rotina diária. Você vive isso? Então provavelmente seu espírito empreendedor está em evidência, mas aí você vai me dizer, nunca quis ter meu próprio negócio! Não, sem problemas. Um empreendedor não precisa necessariamente ser dono de algo, ele pode empreender dentro da empresa onde atua, fazer diferente todos os dias, criar ideias e colocá-las em prática.
Se você faz parte dessa parcela da população que não quer ter seu próprio negócio, meu conselho é que crie e empreenda todos os dias onde você estiver, seja pró ativo e faça seu melhor, afinal, isso é o que precisamos em nossas empresas.
Já se você faz parte da outra metade que deseja desesperadamente ser dono do próprio nariz, viver do seu trabalho, ser dono do seu próprio tempo e conquistar seus sonhos em cima de suas ideias, ótimo! Mas, vá com calma. Isso mesmo, estude muito e tenha consciência de que não será fácil.
Ser empresário em nosso país não é simples, os desafios são intensos e constantes. Se esse é seu sonho, tenha em mente que coragem e perseverança serão seus principais desafios, sabe por quê? Nossa burocracia é complicada, você vai trabalhar horas a mais e não vai ser remunerado por isso, e em muitos dias a ansiedade, angústia e o medo serão seus parceiros, você inclusive terá vontade de desistir.
Não se assuste, esse é apenas um dos lados da história, a outra metade é muito inspiradora, afinal, você nasceu para ser empreendedor, então lutar não será um problema, porque você provavelmente é aquela pessoa que vê o lado bom em tudo, otimista ao extremo, sabe que a ideia vai dar certo e se não der, logo irá encontrar outra forma melhor de colocá-la em andamento. Serás dono do seu próprio tempo e irá ter seu coração preenchido por uma satisfação imensa de estar fazendo a sua parte todos os dias.

Talvez, no início do percurso, sua caminhada seja de passos trôpegos, incertos e, por vezes, inseguros. Tudo bem. O importante e fundamental da veia empreendedora é dar o primeiro passo, depois outro e outro, até perceber que vai ficando mais fácil ser essa persona. Quando a vontade de mudar a rota falar mais alto, desacelere, se permita relaxar um pouco, mas não deixe de mirar seus olhos na empresa / negócio que está construindo. É preciso vigiar de perto seus sonhos, não deixá-los nas mãos de terceiros, nunca.

Com as energias renovadas, é hora de retomar a rotina, as horas e horas à mais dando duro para o plantio florescer e virar colheita. Como já foi dito, ficará mais fácil conforme os passos forem avançando. A prosperidade irá chegar, as vitórias e conquistas, também.

O diferencial de quem tem a natureza empreendedora é ter, também, a alma esperançosa. Esperança e coragem fazem uma ótima dupla tanto para os dias ruins quanto para os bons. Já dizia Chorão, “dias de luta, dias de glória”. Ser empreendedor é isso, em qualquer parte do mundo, inserido nos mais variados ramos de negócios e na realidade que for. O empreendedor faz do limão não só uma limonada, mas o suco que for, se adapta como camaleão; observa o mundo dos negócios feito um marinheiro, pronto para mudar o curso do navio conforme o vento se apresentar; sabe jogar sem blefe, movido à coragem pura; arrisca, de forma genuína, todas as fichas, mas jamais desiste. Afinal, ele tem um sonho e só há lugar para prosperar nele.