MATÉRIAS RELACIONADAS




Há 50 anos fazendo o bem sem olhar a quem

Foto: Vanessa Harlos / Fred Magazine

Foto: Vanessa Harlos / Fred Magazine

PUBLICADO EM 06/03/2019

Quem passa pela Rua Argentina, no Bairro Fátima, localizada no município de Frederico Westphalen logo se depara com uma propriedade de esquina, com duas fileiras de prédios, semelhantes a uma escola. Impossível não notar. Ali, no número 150, funciona uma das instituições mais antigas da cidade, a Associação Frederiquense de Promoção do Menor- Promenor, que traz na bagagem 50 anos de trabalhos voltados para as crianças que mais precisam.  

História

Foi no dia 13 de março de 1969 que mais de cem pessoas da comunidade de Frederico Westphalen se reuniram no Salão de Festas do Clube Recreativo Cultural Harmonia, espaço cedido gratuitamente pela sua diretoria, aderindo à convocação de Nelson Pigatto (em memória), então presidente do Conselho Comunitário Pró-segurança Pública, para discutir a criação de um mecanismo que pudesse cuidar, proteger e ensinar as crianças moradoras de Frederico Westphalen em situação de vulnerabilidade social.

Desse encontro nasceu a Sociedade Frederiquense de Promoção ao Menor – Promenor, registrado no Estado do Rio Grande do Sul como entidade civil para a habilitação ao reconhecimento de auxílio do Estado, declarada de utilidade pública pelo município de FW pela Lei 1.849, de 11/08/94, e declarada de utilidade pública federal no Diário Oficial no dia 12 de dezembro de 2000, com sua denominação alterada para Associação Frederiquense de Promoção do Menor- Promenor.

“Há praticamente 50 anos, o Promenor surgia como uma luz aos menos favorecidos. Sua essência sempre foi dar dignidade, proteção, educação, alimento e carinho aos pequenos que por aqui passam anualmente”, contou a assessora de comunicação da entidade, Heloise Santi. 

A instituição é portadora de certificado de entidade beneficente de assistência social, registrada junto ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica) e também no Conselho Estadual da Criança e do Adolescente

(Cedica).

Trabalho de muitas mãos

Muitas histórias de vida tiveram e seguem tendo relação com o Promenor ao longo desses 50 anos, pois a entidade atende cerca de 80 crianças anualmente, sempre no contraturno da escola, e é aqui, neste espaço, que elas podem participar de oficinas de informática, taekwondo e futebol, ter reforço escolar e receber alimentação. 

Os trabalhos na instituição são realizados de forma voluntária por muitas mãos, desde empresas, entidades, instituições de ensino, Clubes de Serviço como os Rotary’s e Lions Clube e população em geral, toda a comunidade une forças para ajudar, e não será diferente com as comemorações do cinquentenário.

“Todos que por aqui passam tentam fazer o seu melhor, entram pessoas novas, alguns saem e o que cada um tenta fazer? Manter o Promenor da melhor forma possível e sempre agregando alguma coisa a mais”, enfatizou o atual presidente, Evandro Dall`Agnol

Como a entidade não tem renda mensal fixa e depende de doações, uma das alternativas encontradas é a elaboração de projetos visando a obtenção de recursos para manter e dar continuidade aos trabalhos ali realizados. Sobre isso, a diretora do Promenor, Daniela Stasiak Borela relembrou as inúmeras melhorias feitas no local ao longo dos anos e destacou dois projetos que foram essenciais para a entidade, que são o “Cozinhando com Amor e Gerando Sustentabilidade”, oriundo do Criança Esperança, em 2015, cuja verba possibilitou a compra dos equipamentos para a cozinha industrial, que será oficialmente inaugurada durante o jantar do cinquentenário; e o “Melhorando Espaços e Incentivando Sonhos, de 2017, proveniente da Vara de Execuções Criminais da Comarca  de Frederico Westphalen, que possibilitou a pintura de todos os prédios, que passaram de rosas para azuis, esta última a cor oficial da entidade.

“As crianças sempre frequentam e, quando param de vir, outros da família vem, e todos eles têm um carinho muito grande pela entidade, isso faz parte da vida deles”, explicou Daniela.

Jantar para coroar esforços

Para celebrar as cinco décadas de atuação, no dia 09 de março será realizado um jantar dançante no ginásio do Promenor, com show da dupla Jorge e Léo e cardápio servido pela empresa Bem Servir.

“O Promenor, ao longo desses 50 anos, consolidou seu nome em Frederico Westphalen como uma instituição séria e transparente, por isso, nada mais justo que celebrarmos essa data com a participação de toda a comunidade”, ponderou uma das organizadoras da festa e membro da direção da entidade, Liliane Riboli.

Com 350 ingressos colocados à disposição do público por um valor de R$ 40,00 reais, a ocasião também será o momento ideal para apresentar a comunidade o ginásio e também a nova cozinha, construída por meio de muitas doações e que agora poderá ser alugada para a realização de eventos em geral. Tanto o valor arrecadado com o jantar quanto o da locação do ginásio e cozinha serão revertidos para a manutenção do Promenor. 

Ponto de venda de ingressos para o jantar:

Membros da diretoria do Promenor, Jornal Folha do Noroeste, ED Móveis, RS Retifica, Maria João’, Marmoraria Binotto, Mazzi Som e Acessórios, Emater Municipal, Sine, Trenephol Tintas e sede do Promenor.