MATÉRIAS RELACIONADAS




Uma utopia possível

Fotos: Arquivo Pessoal

Fotos: Arquivo Pessoal

PUBLICADO EM 18/01/2019

Uma workaholic é aquela pessoa viciada em trabalho, com dedicação quase que exclusiva para sua vida profissional. Agora, dá pra imaginar alguém com esse perfil dar um verdadeiro giro de 180 graus e mudar totalmente o foco e estilo de vida? Bastante difícil, porém, foi o que fez a jornalista e corretora de imóveis Jeane da Luz.

Hora de mudar

Foram 11 anos no cargo de Coordenadora do Setor de Comunicação e Marketing da URI – FW, com dedicação profissional quase que exclusiva, um MBA em Chapecó-SC e muitas vezes respirando trabalho até que, depois de sua saída da URI, Jeane decidiu que era hora de mudar o foco tanto de sua carreira quanto de sua vida pessoal.

“Agora sou corretora de imóveis e sócia do meu pai na Da Luz Imóveis. Por ser uma empresa familiar, tenho mais possibilidade para flexibilizar meus horários, tendo em vista a chegada do bebê e também o meu desejo de ter uma carga horária semanal menor, para poder ter mais tempo para mim e para minha família. Já AMO muito o que eu faço”, destacou Jeane.

Nova rotina, novos desafios

Com planos de retomar as atividades na Da Luz Imóveis em maio deste ano, além de dar segmento a outros projetos, na vida profissional de Jeane vai tudo indo muito bem, obrigada. Inclusive ela já colhe os frutos de sua inserção na empresa.

Reposicionar a Da Luz Imóveis no mercado é com certeza a principal delas, em se tratando da carreira profissional. Foi o primeiro resultado concreto da minha inserção na empresa. Novo site, nova logomarca, novo local, foram reflexos desse reposicionamento”, contou da Luz.

Já na vida pessoal, são mais alegrias ainda, vindas do casamento com o marido Jorge Adriano Lautert, da chegada do pequeno Antônio, o mano mais novo da filha Clara e da enteada Alice e dos planos para uma linda e especial viagem, a primeira com a família completa.

“Estou muito feliz e realizada. Confesso que para uma workaholic, que sempre fui, era meio utópico imaginar que me permitiria dar essa virada na minha vida. Não me arrependo de como administrei minha vida até então, mas vejo que levar a vida profissional e a pessoal equilibradas só traz benefícios”, finalizou Jeane. 



GALERIA